Connect with us

Justiça suspende ação contra Haddad por ofensas a Edir Macedo.

POLÍTICA

Justiça suspende ação contra Haddad por ofensas a Edir Macedo.

O petista chegou a afirmar que o apoio do bispo Macedo à candidatura de Jair Bolsonaro seria provocado pela “fome de dinheiro”.


A Justiça de São Paulo decidiu suspender o julgamento do ex-prefeito da cidade Fernando Haddad (PT) sobre ofensas feitas ao bispo Edir Macedo.

Haddad havia sido condenado pela 6ª Vara Cível a pagar uma indenização ao fundador da Igreja Universal do Reino de Deus por tê-lo chamado de charlatão. Ela seria de R$ 79.182.

A ação foi movida após o petista afirmar que o apoio do bispo Macedo à candidatura de Jair Bolsonaro seria provocado pela “fome de dinheiro”. O político ainda acusou o líder espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus de ser um “charlatão fundamentalista”.


O desembargador Márcio Lucio Falavigna Sauandag, da 2ª Turma Recursal Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, porém, suspendeu a audiência na qual Haddad seria julgado criminalmente.


Ele aceitou um pedido dos advogados do petista. O desembargador afirmou que as ofensas usadas por Haddad “já fazem parte do nosso vocabulário” e não precisam de explicações.

– As expressões ‘fundamentalistas’ e ‘charlatão’ são expressões do nosso léxico, cujas definições já foram trazidas pela defesa na resposta à acusação e dispensam maiores explicações, notadamente por testemunhas – declarou. As informações são do portal Pleno News.

Continue Reading
You may also like...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in POLÍTICA

Advertisement

Em Alta

Advertisement

NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

To Top