Connect with us

‘Grupo de trabalho trucidou o Pacote Anticrime’, diz Bia Kicis

POLÍTICA

‘Grupo de trabalho trucidou o Pacote Anticrime’, diz Bia Kicis

Em entrevista ao programa Os Pingos nos Is da Jovem Pan nesta terça-feira (1º), a deputada federal Bia Kicis (PSL-RJ) afirmou que o grupo de trabalho da Câmara responsável por analisar o Pacote Anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, “trucidou” as propostas presentes no projeto.

“O que o grupo de trabalho fez foi desvirtuar completamente o pacote do ministro Sergio Moro. Foi realizado um estudo técnico para isso, e o Congresso, é claro, poderia aprimorar tudo o que está ali, mas o que fizeram foi trucidar o pacote”, disse.

A parlamentar, no entanto, acredita ser possível vencer em plenário a derrubada do excludente de ilicitude, rejeitado pelo grupo de trabalho por nove votos a cinco na última terça-feira (25).

Relatora do PLP 38, que também faz parte do Pacote, Kicis ressaltou que esta terça foi um “grande dia para o ministro Sergio Moro, para o País e para o presidente Jair Bolsonaro”.

Mais cedo, o governo conseguiu a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do projeto de lei complementar, que prevê que a Justiça Eleitoral julgue apenas crimes eleitorais e a Justiça comum fique responsável pelos crimes comuns.

Atualmente, a lei prevê que a Justiça Eleitoral julgue não apenas os crimes eleitorais, mas também os comuns, chamados de “crimes conexos”. Sobre a dificuldade de aprovação em plenário, a deputada acredita que pode haver “uma chiadeira” da oposição e dos envolvidos com a Operação Lava Jato.

“Das proposições do pacote anticrime, esse é o que vai causar menos polêmica, eu creio. Hoje aprovamos com votos do PDT, da oposição. O pacote do ministro Moro é muito bom e claro. Creio que seja aprovado em plenário, mas claro que vai uma chiadeira da oposição e dos envolvidos com a Lava Jato. Creio que seremos maioria”, afirmou a parlamentar.

Ainda nesta terça, foi aprovada também a Medida Provisória que autoriza a venda de bens oriundo do tráfico de drogas.

“Hoje foi um grande dia porque, além da aprovação do PLP 38, tivemos também a aprovação da MP 885. Os valores obtidos com a venda desses bens dos traficantes volta para a segurança pública e para tratar as vítimas desses crimes”, disse.

*Com informações da Jovem Pan

Continue Reading
You may also like...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in POLÍTICA

Advertisement

Em Alta

Advertisement

NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

To Top