Connect with us

Ex-candidata do PSL pede prisão de Bivar

POLÍTICA

Ex-candidata do PSL pede prisão de Bivar

Talita Caldas, candidata a deputada estadual, disse que foi usada pelo PSL em Pernambuco apenas para preencher a cota feminina.

Em entrevista à Folha, a candidata a deputada estadual Talita Caldas, 27, disse ter sido usada pelo PSL em Pernambuco com o único objetivo de preencher cotas de gênero e fazer campanha para o cacique da sigla.

“Não tive ajuda do partido [na campanha]. Foi quase toda virtual. Depois caiu a ficha, eu estava completando a cota”, afirmou.

“Só quero que as pessoas sejam punidas e que o Luciano Bivar seja preso. Quero que a Maria de Lourdes e a Érika [candidatas do PSL suspeitas de serem laranjas] devolvam o dinheiro e arquem com as consequências do esquema. Espero justiça.”

Jair Bolsonaro e um grupo de 23 parlamentares do PSL acionaram a Procuradoria-Geral da República (PGR) para pedir o afastamento do atual presidente nacional da sigla, o deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE), e a suspensão dos repasses ao partido de recursos públicos do Fundo Partidário. O episódio marca mais uma ofensiva do presidente e de uma ala de deputados do PSL contra a atual direção do partido

Deixe um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in POLÍTICA

To Top
%d blogueiros gostam disto: