Connect with us

Escapuliu Notícias

‘Estão passando muita vergonha’ diz Regina Duarte sobre a Globo

OPINIÃO

‘Estão passando muita vergonha’ diz Regina Duarte sobre a Globo

 Regina Duarte,surpreendeu a todos a fazer três grandes postagens criticando as atitudes e posição da imprensa, em defesa do Presidente Bolsonaro.

Em uma da postagens, ela divulgou o texto de Paulo Portinho, que havia criticado o posicionamento da mídia.

Em outro momento, ela criticou a atitude da Globo em levar para o ar uma reportagem na qual posiciona Bolsonaro como envolvido no assassinato de Marielle Franco.

Veja a postagem:

View this post on Instagram

O QUE A IMPRENSA (AINDA) NÃO ENTENDEU? Por Paulo Portinho “ A imprensa sempre teve lado e sempre foi veículo de luta política, econômica e ideológica. Isso não mudou, mas a relação do brasileiro com a cobertura jornalística mudou. Durante os últimos 30-40 anos, apenas grupos engajados na luta política compreendiam isso claramente. A maioria da população, desengajada e apolítica, não via viés claro nas coberturas jornalísticas, guardava ainda uma crença na boa-fé do jornalismo. E o jornalismo, para não abusar dessa boa-fé, procurava manter as aparências ou, ao menos, fingir isenção. Quando a Globo falou do aborto da mulher do Lula, em 1989, as pessoas ficaram escandalizadas e, mesmo os partidários de Collor julgaram que a emissora quis influenciar as eleições. Hoje isso é feito diariamente nas redações, sem pudores. Antes era um passo “ousado”, hoje é prática diária.O que mudou hoje é que a maioria dos brasileiros está, direta ou indiretamente, engajada em alguma luta político-ideológica. Durante anos reinaram as narrativas das esquerdas, sempre propondo uma lenta desconstrução de valores tradicionais, os quais esse grupo considerava nocivos à sua luta política. Pouca gente via isso com clareza. O viés era confundido com “verdade”. Esse reinado chegou ao fim, não porque as esquerdas perderam o controle das redações, das faculdades de jornalismo e da imprensa em geral, mas porque o brasileiro trocou de óculos, trocou de paradigma, aprendeu a linguagem da contrapropaganda. Nisso “O Antagonista” foi pioneiro, pois surgiu como um veículo que não veio para informar, mas para derrubar Lula e o PT. Lembro do primeiro post deles, dizendo exatamente isso. Foram muito importantes na construção de narrativas pelo impeachment de Dilma. As pessoas nas ruas usavam, sem sentir, histórias e enredos que começaram nos posts do site. Quem acompanhou o veículo nesses quase 5 anos deve ter percebido que, de acordo com o modelo de moralidade que defendem, muda a forma de divulgar as notícias. Ignoram o que não é interessante, dão a interpretação que lhes é conveniente, ressaltam pontos de seu interesse, propõem candidaturas à presidência (Moro, quase sempre) etc.➡️( cont.

A post shared by Regina (@reginaduarte) on

Leia Mais:

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in OPINIÃO

Advertisement

Em Alta

Advertisement

NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

To Top
%d blogueiros gostam disto: