ALERTA! Bolsonaro reúne militares para tratar risco Lula

O presidente Jair Bolsonaro reuniu a cúpula militar e de segurança institucional para avaliar o cenário político após a soltura de Lula, que passou a incitar atos de violência contra as instituições.

Foram convocados os ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira (Secretaria de Governo), o chefe do GSI, Augusto Heleno, além dos comandantes Ilques Barbosa Junior (Marinha), Edson Leal Pujol (Exército)e Antonio Carlos Moretti Bermudez (Aeronáutica). Informou O Antagonista.

Mais cedo, em discurso inflamado, Lula passou a incitar a militância petista a reproduzir no Brasil os protestos violentos do Chile. Filipe Martins, assessor de Jair Bolsonaro, usou o Twitter neste sábado para comentar a fala do ex-presidiário

“Lula diz que quer repetir no Brasil o que a esquerda está fazendo no Chile, onde 20 pessoas já morreram e igrejas estão sendo profanadas e destruídas. Nenhuma surpresa: o petismo odeia e sempre odiou o povo brasileiro, suas tradições profundas e tudo o que ele considera sagrado.”

Redação Escapuliu: