Connect with us

“É uma fantasia, uma farsa”, diz Moro sobre acusação de parcialidade contra Lula

JUSTIÇA

“É uma fantasia, uma farsa”, diz Moro sobre acusação de parcialidade contra Lula

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, nesta quarta-feira, Sergio Moro voltou a rechaçar a tese petista de que teria sido parcial ao condenar Lula para supostamente beneficiar Jair Bolsonaro.

“É uma fantasia, uma farsa esse tipo de argumento. Eu não estou preocupado com esse julgamento do STF, que é um tribunal de grande força, que faz um trabalho relevante. Mas a tese da defesa [de Lula] não corresponde à realidade dos fatos”, afirmou o ministro da Justiça. “O que se argumenta ali é que eu teria tido alguma atuação parcial com objetivo político-partidário. A tese é complicada porque a minha sentença foi confirmada pelo TRF-4 e pelo STJ. Eu teria sido parcial, mas e os demais? Por que confirmaram a sentença?”, questionou.

Moro disse ainda:

“Em segundo lugar, com todo o respeito, essa alegação é uma farsa grotesca da realidade. Eu sequer conhecia o presidente [Jair Bolsonaro] antes de me encontrar com ele pessoalmente em 1º de novembro de 2018, enquanto proferi a sentença de Lula em 2017. Então, é algo impossível. A única situação diferente foi encontrar Bolsonaro em um aeroporto em 2016, isso foi até filmado, eu o cumprimentei rapidamente. Tenho o costume de dizer que o ex-presidente Lula faz parte do meu passado e prefiro que fique lá.”

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in JUSTIÇA

Advertisement

Em Alta

Advertisement

NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

To Top