Connect with us

PSL suspende Eduardo Bolsonaro e mais 17 deputados ligados ao presidente

POLÍTICA

PSL suspende Eduardo Bolsonaro e mais 17 deputados ligados ao presidente

Eduardo Bolsonaro foi um dos que pegou o maior tempo de suspensão, 12 meses.

Nesta terça-feira (3), o Partido Social Liberal (PSL) confirmou que puniu 18 deputados da sigla ligados ao presidente Jair Bolsonaro.

As penas vão de advertência até suspensão das atividades parlamentares – como foi o caso do deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho de Jair.

A homologação das punições foi protocolada hoje (3) pelo Diretório Nacional da legenda.

De acordo com a decisão, os parlamentares suspensos são:

  • Bibo Nunes: 12 meses
  • Alê Silva: 12 meses
  • Bia Kicis: 6 meses
  • Carla Zambelli: 6 meses
  • Carlos Jordy: 7 meses
  • Daniel Silveira: 12 meses
  • Eduardo Bolsonaro: 12 meses
  • General Girão: 3 meses
  • Felipe Barros: 6 meses
  • Junio Amaral: 3 meses
  • Príncipe Luiz Philippe de Órleans e Bragança: 3 meses
  • Márcio Labre: 6 meses
  • Sanderson: 10 meses
  • Vitor Hugo: 7 meses

Além dos citados acima, outros quatro deputados foram punidos com advertência:

  • Aline Sleutjes
  • Chris Tonietto
  • Hélio Lopes
  • Coronel Armando

Nas redes sociais, a deputada Bia Kicis afirmou que querem calar os soldados de Jair Bolsonaro. Filipe Barros afirmou que que os deputados “votaram para suspender quem pediu por transparência no partido”.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in POLÍTICA

Advertisement

Em Alta

Advertisement

NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

To Top