Connect with us

Escapuliu Notícias

JN se deu ao trabalho de contar palavrões em reunião ministerial

NOTÍCIAS

JN se deu ao trabalho de contar palavrões em reunião ministerial

Em meio às inúmeras tentativas de imputar a Bolsonaro algum crime cometido durante as falas do presidente na reunião ministerial do dia 22 de abril, o Jornal Nacional usou parte do seu tempo para contar a quantidade de palavrões ditos pelo chefe do Executivo e pelos membros do governo durante o encontro.

Segundo a contagem feita pela equipe do jornalístico, foram 37 palavrões ditos pelos integrantes da reunião, sendo 29 do presidente e oito dos ministros. A própria apresentadora Renata Vasconcelos lembrou que Bolsonaro havia alertado que o conteúdo teria palavrões.

“Tem palavrão, tem, é meu jeito de ser” – alertou Bolsonaro há uma semana.

Ao contrário da tentativa de soar “moralista” do Jornal Nacional, o jornalista Alexandre Garcia já havia falado sobre o assunto há cerca de dez dias e disse que não via nada de anormal no fato de palavrões estarem presentes no encontro, já que a reunião se tratava de uma “conversa informal”.

“Eu pergunto pra vocês, em alguma reunião de diretoria de empresa não teve palavrão? Eu, todas as reuniões de ministério que eu tive a oportunidade de ver, teve palavrão. São conversas informais, não é uma solenidade pública”, disse.

Na saída do palácio o residente falou sobre o assunto:

“O vídeo, para nós, estava classificado como secreto. Quem suspendeu o sigilo foi o senhor Celso de Mello. Então, a responsabilidade de tudo naquele vídeo que não tem haver com o inquérito é do senhor ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello. Nenhum ministro meu tem responsabilidade do que foi falado ali”, disse Bolsonaro

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in NOTÍCIAS

Advertisement

Em Alta

Advertisement

NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

To Top