Connect with us

Em discurso violento, Lula acusa Bolsonaro de empregar assassinos de Marielle

POLÍTICA

Em discurso violento, Lula acusa Bolsonaro de empregar assassinos de Marielle

Em vídeo, o ex-presidiário acusa Bolsonaro de ser miliciano e de empregar, em seu Governo, os responsáveis pela morte de Marielle.

Em vídeo no qual aparece com um boné do Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST), gravado na última quarta-feira (20), Luiz Inácio Lula da Silva acusa o presidente da República, Jair Bolsonaro, de ser “miliciano”.

O líder petista também alega que o Governo Bolsonaro emprega os responsáveis pela morte da vereadora Marielle Franco (PSOL/RJ) e de seu motorista Anderson Gomes, ambos assassinados em 14 de março de 2018, no Rio de Janeiro. Lula declara ainda que Bolsonaro é o “responsável direto” pela violência contra os pobres no País.

“Não é possível que um País do tamanho do Brasil tenha o desprazer de ter no Governo um miliciano responsável direto pela violência contra o povo pobre, responsáveis pela morte da Marielle, responsáveis pelo impeachment da Dilma, responsável por mentir a meu respeito e eu acho que vocês, pode ficar certo, que nós estaremos juntos nessa luta”, disse o petista.

Em recado ao Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e ao Movimiento de Afectados por Represas en Latinoamérica (MAR), o petista convoca os militantes à luta contra os Governos de direita que, de acordo com ele, “querem massacrar o povo ribeirinho”, e que querem “destruir” tudo o que Governos progressistas fizeram. Governos progressistas, para ele, são representados pelas ditaduras socialistas que costumam ser aplaudidas por partidos de esquerda.

“Eu quero que vocês saibam que é possível a gente lutar e vencer os opressores. Vocês sabem que a América Latina nunca teve uma chance de ser governada por Governos progressistas, apenas a partir de 1998, com a eleição do Chavez, sabe. Depois o Brasil, depois a Argentina. E que a direita está voltando, e está voltando com força. E está tentando destruir tudo o que nós fizemos”, disse.

O ex-presidente corrupto ainda citou a força de movimentos que estão sendo mobilizados na América Latina. Atualmente, os governos do Chile, da Bolívia e da Colômbia são alvos de protestos.

“Nós estamos vendo a reação do povo chileno, estamos vendo a reação do povo no Equador, vendo a briga que está acontecendo no Chile e aqui no Brasil nós vamos ter que levantar a cabeça e lutar”, afirmou Lula, mais uma vez incitando o povo brasileiro a aderir a conflitos violentos.

Com informações do Poder 360.

Deixe um comentário

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in POLÍTICA

Advertisement

Em Alta

Advertisement

NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Tendências

To Top